sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Oitentinha!?

Hahaha o título é brincadeira, mas se no post passado eu tava numa vibe setenta posso dizer que esse look é beeem diferente. A começar pelas cores, posso chamá-lo então de oitentinha, porque até lembra a época( pra mim a melhor!).
Pega o Walk man coloca Girls Just to Wanna Have Fun e vem com a pobre ousada...






Pára tudo, eu tinha essa Barbie!!


Gostei desse look porque tem um pé nos anos 80 sem ficar over!

Que mané Lady Gaga, naquela época doidinha mesmo eram a Madonna e a Cindy Lauper. Eu adoro a atmosfera dessa época, tá que eu nasci no final mas sou tão nostálgica! As roupas eram bregas mas e daí? O importante era ser feliz.Acho isso tão digno rsrsrs!
Ah, e Michael Jackson ainda era negão e gatxinho...



  
Fiz o cogumelo do Mário!!

Já notaram que está cada vez mais difícil comprar roupa? É como se os manequins tivessem diminuído, o 42 de antes é o novo 44! Você fica sem entender como aquele número que era o seu, agora veste numa pessoa de número menor, mesmo estando com as mesmas medidas!É assim nos obrigam a entrar no padrão que eles estabelecem, com penalidade de ser excluída se não se adequar!
Hoje a moda é tão deprê, as modelos entram sisudas na passarela...Tanta menina se sentindo péssima por não ter o padrão de passarela- que aliás só é bonito na passarela.Só!
Anorexia, bulimia...tanta coisa ruim. E a Tv? a nos mostrar como somos feias, como não estamos bem nunca, como SEMPRE temos que estar de dieta, não importando seu peso ou sua saúde.E colocam um padrão tão inatingível que sempre nos frustramos por não alcançar. Sou sim uma vítima também, vivo me sentindo péssima muitas vezes e claro que quero emagracer. Mas temos que ser mais críticos com a mídia, essa é a moda que queremos??

Vamos deixar a moda mais alegre??




Créditos:
Sandália e Bolsa de sempre nem vou mais citar kkk
Colar By Lou( eu que fiz)
Blusa antiga
Vestido usado como saia( uma das minhas melhores compras)
Brincos de florzinha custaram 1 real no centro
Pulseiras daqui de casa, todas baratíssimas e umas feitas por mainha...
Perfume Armani Code (que sempre deixa meu astral lá pra cima)
Fotógrafo: Brennus Gabriel (é, ele exigiu o nome dele tá bom pra vocês?!)

Feliz Sexta Feira a todos!!

14 comentários:

Nai disse...

Sim,
eu li em algum lugar que a Marilyn vestia 44. Hoje essa ditadura da magreza nos resume a vários tamanhos únicos que de único não tem nada, beira o infantil.
Adorei o look e a sai estampada.
Bom fim de semana pra você.
Beijinhos
Nai

Morena disse...

Adorei seu colar!

bjs,

Morena
www.todamocinha.com

Ingrid Lowshen disse...

Curti muito o look. E concordo totalmente, o padrão hoje em dia tá cada vez mais falso, ilusório. As pessoas só vivem doentes, e infelizes por não conseguirem se encaixar na sociedade.

Luana Macêdo disse...

super concordo com esse problema de numeração. o pior é perceber que antes seu 38 agora é 40, 42 (dependendo da "forma"). é uma depressão.
a moda sempre foi muito sistemática e sempre pôs um padrão, que eu nunca quis atingir no quisito corpo. Acho que não temos que seguir isso não, também não os culpo muito. Eles querem mesmo é mostrar as roupas, as modelos são meros cabides. Acho que temos que nos sentir bem, fazer dieta se realmente quisermos emagrecer, se não.. o que importa é ser saudável msm.
Ahh, adorei o look. Já usei meu colar mas não tava com a câmera, vou tentar tirar foto da próxima vez ^^

Bjs

Lual disse...

vesti uma calça 44 na zara e não fechou. ri muito!! eu tinha essa barbie tb! fiquei louca quando lançaram! uma barbie com o cabelo que vai até o pé, gritava eu pra minha mãe... hahahahahah

Nívea&Mônica disse...

merecido mulher!!!até ia te perguntar quem tira sua fotos, pois eu não tenho ninguém para fazer isso0, você é um sortuda!!rsrssrr.

bjos e um ótimo fim de semana!!


Nívea

Lais Lima disse...

AMEII o seu desabafo acho que vc tem toda razão não devemos a todo custo entrar num padrão ditado por a midia devemos é ser feliz ta certo que não vamos deixar de sonhar com aquelas pessoa magras mas é a vida !!! bjooo
(www.fucaqueemoda.blogspot.com)

Mah.... disse...

Que vestido mais lindinho.. É vestido né? =D

ps: Eu já olho a mídia de outro jeito desde os meus 12 anos. Em que meu indocrino me disse, o máximo que você conseguirá emagrecer será tamanho 42. HÁ. kkkkkkkkkkkkkkkk


Então, vejo a moda, curto a moda, uso a moda. E não estou nem aí se me encaixo ou não. Ando me sentindo a ultima bolacha do pacote. A ultima bolacha recheada e pretinha. Claro que se pudesse emagreceria 10 kg e SÓ. hahahahah Tô bem assim. E vestir 44 é o meu padrão atingível. Hoje sou 48. Enquanto não for 44, vou deixar de fazer algo? JAMAIS. Serei Maíra, 44 ou 48. =D


ps: comentário sem sentido, mas desabafos são assim mesmo.

Tati disse...

Lou, amei o look, quanta criatividade!! Mas gostei demais foi do que você falou. Sabe as vezes eu tenho a impressão que as pessoas ao meu redor só falam em dieta e em emagrecer. Parece que a vida perde o sentido se você não usar cala 34!! A única vez que eu fui muito magra na minha vida estava seriamente deprimida, então para mim magreza não combina comigo. Claro que existem meninas lindas e magras, mas que o são naturalmente, sem forçar a barra. Combina com o biotipo delas. Agora se o seu biotipo é ser um pouco maior e você fica lutando contra isso, é doideira. O povo hoje pensa tanto nisso que esquece de ser feliz!!
Respondendo o seu comentário, acho que foi a luz que deixou meu cabelo preto, não pintei não. Eu vi sim o post da Carol e concordo com tudo que ela falou. Aquela garota é um encanto!!!
Beijos, te adoro!
Tati

May Pacheco disse...

ai cindy lauper, eu adoro ela... e naum curto a lady gaga naum hehe, menina vc eh tão criativa, primeiro pelo nome do blog é claro. também sou uma pobre ousada '-' hehe. adorei teu look, principalmente esse colar luxxo. bjs

Anônimo disse...

Lou, cada um tem sua opi, mas eu não concordei contigo, e te achei ignorante no argumento. Vc fala da moda como excludente e sem querer menospreza as magrinhas. Poxa, se tem espaço para todas, se cada uma tem sua beleza como vc mesma diz pq então que o "padrão passarela só é bonito na passarela"? Cada uma tem sua beleza, e se a moda impõe ou não magreza, não é culpa de quem é naturalmente muito magra (o que, na miha opinião, deveria ser pre requisito pra quem quer ser mdelo, ter a genética da magreza e não se matar em dietas e ficar doente). Além do mais, generalizar sempre é burrice, até pq a magreza não está tão em alta mais, vide o sucesso dos corpos das mulhres frutas e panicats da vida. Eu te acho linda (é sério) sendo mais cheinha, e também me acho linda sendo magrinha. Como acho linda a Nathalie Portman que é magérrima e a Marilyn Monroe que tbm era mais cheinha. Viva a diversidade e a beleza singular, sem a palhaçada do rótulo e do preconceito.

Nanda disse...

Lindona, eu gosto dessa vibe 80's, até pq vivi essa época...rs.. tenho almanaque e tudo!" heheh
Quanto á ditarua da magreza, é veroooo! Eu me deixo levar mais de firula que de verooo, porque adooooro comer, e nao me faço de rogada, agora, realmente, gosto e me sinto melhor mais magra, no entanto, nao posso e nem quero emagrecer demais não... Tbm nao curto as esqueléticas (nem de homem muito magro! rs), e realmente, s modelos estao pequeninossss... Eu tenho quadril largo, imagina!!!
Bjs, morena!!!

MaSan disse...

Lou só conseguir postar agora, nao tava comentando em blog nao sei pq, coisas da internet! hehehe
Lembra dos "Barrados no baile" adorava!!!!kkkkkkkk
Sobre moda: adoro moda, visto moda, mais nao fico presa a ela, como vc! visto que me faz bem, mesmo sabendo que nao estou no padrão estereotipado pela sociedade...graças a Deus o mundo plus da moda ta vido devagar mais ta vindo! Concordo com vc!
beijokas

Ana disse...

Eu sou GG Team também e, como a Mah, ouvi da minha endócrino que nunca serei magrinha. Ok, convivo bem com isso. Mas o curioso é isso: em 2008, eu engordei mais ou menos 13 kg. Precisei encostar uma calça 46 que não me servia mais. Aí, ano passado, emagreci 20 kg. A calça 46 que usei até 2008 ficou ENORME. Quando fui comprar roupa, surpresa pra mim: nenhuma 44 servia! Pensei: "gente, como pode?" No fim, achei DUAS calças (depois de rodar a cidade toda) que não precisaram de ajuste - acho que uma 44 e outra 46. E sabe o que é mais legal? A 46 fica mais justa que a 44. Assustador.

Outra coisa que me mata é essa coisa de as roupas sempre serem compridas, como se a média de tamanho de pernas fosse as da Ana Hickmann. Nossa, é uma coisa. Acho que TODA MULHER que eu conheço, até as mais altas, dizem que precisam mandar fazer barra. Por que tão compridas?!

E sobre o disse a Anônima: a coisa é que a mídia e as próprias ideologias da sociedade colocam pra gente, dum modo geral e muito sutilmente, que o normal e óbvio da vida é ser magro. Você nunca liga a TV ou vê uma propaganda com uma moçoila (ou um rapaz) gordinho e na maior naturalidade do mundo, como se pudéssemos ser gordos ou magros, brancos ou negros, de cabelos lisos ou crespos. Os gordos sempre aparecem, de alguma forma, ou chamando a atenção pro peso de forma pejorativa ou mostrando que também podem ter uma vida normal apesar do peso. WTF? Se ainda fosse a obesidade mórbida, mas né, às vezes pegam um exemplo que na minha vida real eu nem consideraria gordinho(a). O dia que ligarmos a TV e tiver um gordo protagonista de novela sem chamar a atenção pro fato que é gordo, sem ele ter crises pelo peso, sendo apenas um protagonista como são hoje Eribertos Leões e Paolas Oliveiras da vida, aí eu concordo que pode ser alguma discriminação falar de como o mundo gira em torno da magreza... cada um tem sua beleza, é verdade. Também acho a Natalie Portman maravilhosa e existem coisas que ficam bem mais graciosas quando feitas por mulheres magrinhas, mas vamos lá: esse lado todo mundo reconhece. E nós, que somos maiores? Só merecemos o papel de "complexadas e desleixadas"?

(Em tempo: infelizmente, quem curte Mulheres Fruta são só os consumidores de revista masculina =/ o resto do povo se divide em chamá-las de "desproporcionais" ou "gordas". Juro que tenho medo dum mundo em que Mulher Melancia é considerada GORDA.)